<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d14000983\x26blogName\x3dA+Loja+do+Mestre+Andr%C3%A9\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://cronicastricksianas.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://cronicastricksianas.blogspot.com/\x26vt\x3d2117997975289206379', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

sábado, janeiro 27, 2007
Eu não costumo comentar o trabalho dos outros (muito menos quando são colegas de curso), mas hoje não consegui evitar. O excerto que se segue inicia uma notícia sobre o Lisboa-Dakar.

"A partir de hoje e até ao dia 21 de Janeiro decorre a 29ª edição da maior manifestação a nível mundial de desportos mecânicos."

Se calhar sou eu que estou enganado, e isto é do melhor que se vê por aí, mas a verdade é que já me causou algumas cólicas intestinais de tanto rir...

in Notícias Magazine



Caro Paulo, a resposta à tua pergunta é óbvia. Com uma questão tão esclarecedora como essa, a resposta não podia ser outra: Não!!







PS:
achei por bem esconder a localidade porque acho que ele podia vir a sofrer represálias. Não por parte de grupos organizados, que se quisessem vingar por ele denegrir a imagem das gentes de Braga, mas dos próprios pais.

quarta-feira, dezembro 27, 2006
Eu sofro de "parassónia sexual"...e tu?


Ora aqui está o artigo que faltava ao espólio dos jornais diários portugueses. Para não variar, este marco do Jornalismo pode ser encontrado no 24 Horas (e podia ser noutro?).


O tema é a "parassónia sexual". Confesso que não sabia o que isso era, mas logo que comecei a ler disse para mim mesmo: "eu sofro disto". E para provar que isto é muito mais recorrente entre os portugueses do que o mero 1% citado pelo artigo, deixo-vos aqui alguns excertos:

- "Fazer sexo sem dar por isso" - a começar pelo título. Quantas pessoas não olham para este título e dizem que isto lhes está sempre a acontecer? Pois...

- "Quase todas as mulheres gostam de ser acordadas com carícias a meio da noite (...) mais grave se torna quando o agressor" (chama-lhe o que quiseres) "não se lembra de nada no outro dia de manhã" - eu acho perfeitamente normal isto acontecer. As pessoas durante o acto despendem de muitas energias e é normal que adormeçam logo a seguir ao mesmo. Quanto ao não se lembrarem, acho que advém disso mesmo. A intensidade, a entrega do homem, o atingir do clímax faz com que o cérebro não armazene muitas informações sobre essa noite (acho que este é também considerado como um mecanismo de defesa do homem)

- "as pessoas atingidas por este problema fazem sexo enquanto estão a dormir" - eu não vou dizer que estou a dormir enquanto tenho relações, mas que às vezes à mulheres que dão um sono do caraças...lá isso dão. E com vocês (homens) não acontece o mesmo?

- "...mas o doente não tem culpa, porque nem se apercebe do que fez"
- como sempre, o homem não tem culpa de nada. Nós vamos cumprindo o nosso papel, vamos fazendo o que nos compete, e como diz no artigo: "NÃO TEM CULPA".

- "os parceiros destas pessoas devem ter uma atitude defensiva e nunca acordar a pessoa" - este é um dos pontos mais importantes. Como em qualquer situação do dia-a-dia, não se deve contrariar o homem e esta não é excepção. Para isso é importante que não falem muito durante o acto e não reclamem no final. Pode ser?


Depois desta exposição ainda acham que só 1% da população sofre de "parassónia sexual"? Não me parece..

sábado, novembro 11, 2006
Diz que é uma espécie de Paulo Bento

sexta-feira, outubro 20, 2006

Palavras para quê.

Quem não gosta de dar uma espreitadela nas manchetes das revistas cor-de-rosa ou nos jornais sensacionalistas? Pois, foi por isso que o Sr. Nuno Gervásio fez questão de criar algumas manchetes para estas edições. Para quem quiser rir a bom rir, pode ver o post aqui, aqui e aqui.






PS: como devem ter reparado, os links dão todos acesso a mesma página.

sábado, setembro 30, 2006

Sei que para muita gente esta música não é novidade nenhuma. No entanto, tenho a certeza que nunca pensariam que os seus intérpretes seriam estas figuras (digam lá a verdade). Eu achei muita piada e por isso decidi colocar aqui. Claro, que também é uma pequena grande homenagem ao fantástico caloiro "Bola de Fogo". Um bem-haja para ele.

À pois é

quinta-feira, setembro 21, 2006

Foi com grande admiração que vi no folheto informativo de um medicamento para a gripe (desde já agradeço a todos aqueles que não se lembraram de mim), que este pode causar, imagine-se lá...EXCITAÇÃO!!!
Ora, para quem anda a tomar isto à três dias, acho que se torna razoável começar a pensar em duas coisas, que por acaso coincidem com dois belos dizeres populares:
1- As coisas não acontecem só aos outros;
2- A esperança é a última a morrer.







Acho que está a mexer!!!!

segunda-feira, setembro 18, 2006

No final do jogo, em declarações ao flash-interview da Sporttv, Ronny admite que: "Se o golo foi com a mão? Não, não foi com a mão. Apareci bem na área e tive a felicidade de fazer o golo. Foi uma jogada muito rápida, não tive a percepção de a bola me bater na mão, só sei que foi golo. Como comento facto de ser o melhor marcador da Liga? Não sei, eu só quero ajudar a equipa, os golos aparecem com naturalidade".

Como a união faz a força, o seu treinador confirmou a história: "Falei com o Ronny e ele disse-me que tentou jogar com o pé, levantou a perna, mas a bola saltou-lhe para a mão."

O que me deixa descansado nisto tudo, é que o caso do Apito Dourado pode ser anulado por ser inconstitucional.